19 de fev de 2011

# o tempo passa. ' Doce Agonia.


Ando meio que sem tempo, na verdade sobra até tempo, mais não o necessário para me sentar e fluir algo que saia realmente bom aqui para postar. Então por alguns dias, juro, poucos dias, vou ficar sem postar aqui, penso talvez que seja a minha cabeça cheia de preocupações, afinal faltando pouco tempo para eu não ter tempo mais nenhum!!! hahaha, explico! Daqui a alguns dias, voltarei ao curso técnico que faço, e depois de mais alguns dias apos o inicio do curso começarei a faculdade' corrijo' RETORNAREI, essa é a palavra! Depois de ter trancado, abandonado e quase desistido, por fim, por fim decidir ir até onde me cabe lá! Faltam dois anos para tudo terminar tanto no curso como na faculdade e Deus queira que eu termine amém!!!  :D imaginem só, de manhã e a tarde na faculdade, e a noite no curso, AJA EU, rsrs.. Mais é assim mesmo, depois da tempestade sempre vem à bonança. "Nenhuma luta haverá jamais de me embrutecer, nenhum cotidiano será tão pesado a ponto de me esmagar, nenhuma carga me fará baixar a cabeça. Quero ser diferente, eu sou, e se não for, me farei." 
 E como disse tenho tentado por algumas coisas boas aqui, e que não fugisse de minha essência, mas não tenho encontrado 'como disse antes' tempo bom para postar, então como ele, um ser grandioso, entendeu a alma de todos os terráqueos e escreveu coisas infinitamente maravilhosas, vou postar um texto dele aqui, do grandessíssimo CAIO FERNANDO ABREU. Juro, que eu gostaria de ter escrito esse texto, mais ele fez isso por mim, obrigada Caio.
Mas eu tenho feito coisas boas também ultimamente, éééé, também não são coisas que se digam 'ô que coisas maravilhosas, hehehe, mais tem me divertido muito!!! Confere aqui! Prometo voltar em breve com coisas melhores e novissimas pra vocês, dá uma geral aqui no blog. Mil mil mil beijos!!!rsrsrs, então aproveite um dos mais lindos 'apesar de todos serem' textos desse consagrado autor :  Enjoy!!!


                                                                        ~~


Podia ser só amizade, paixão, carinho, admiração, respeito, ternura, tesão. Com tantos sentimentos arrumados cuidadosamente na prateleira de cima, tinha de ser justo amor, meudeus?

Porque quando fecho os olhos, é você quem vejo; aos lados, em cima, embaixo, por fora e por dentro de mim. Dilacerando felicidades de mentira, desconstruindo o que era em parte, abrindo todas as janelas para um mundo deserto de nós dois. É você quem sorri, morde o lábio, fala grosso, abre potes, inventa histórias, me tira do sério, faz ares de palhaço, pinta segredos, ilumina o corredor onde todos os túneis são começos de qualquer coisa de feliz, de leve, de azul, de puro e de meu.

Não, não me fale em medo, paciência, tempo que vai chegar. Não volte dois espaços, não negue, apareça. Sou vírgulas, você é lacunas. “Claro, o dia de amanhã cuidará do dia de amanhã e tudo chegará no tempo exato. Mas e o dia de hoje?” É agora que quero dividir maçãs, achar o fim do arco-íris, pisar sobre estrelas e acordar serena. É para já que preciso contar as descobertas, alisar seu peito, preparar uma massa e cantar as velhas canções. Não posso esperar. Tenho a mesa posta, toalhas brancas, ombros moles e uma alma que só saber viver presentes. Sem esperas, sem amarras, sem receios, sem cobertas, sem idéias, sem voz, sem sentido. Com uma única certeza.

É preciso que você venha. É preciso que você venha nesse exato instante. Agora que não há conceitos e os nomes ainda são desprezíveis. Venha e escreva uma longa e cafona novela mexicana, com laquê nas expressões. Rime prazer com agonia, grafite paredes com os clichês dos amantes, acorde dentro de mim, lamba pernas com os seus cabelos lisos e reais. É tudo um vazio cheio de portas, com caminhos confusos e simples que levam ao único lugar possível a quem ousa chamar de amor o que não deveria ter nome: o desconhecido. Seja forte. Porque é preciso coragem para se arriscar num futuro incerto, cuja estrada embriaga até mesmo quem tem passos firmes e saber fazer o quatro. Esqueça os on-the-rocks. Seja cowboy, macho, gente, animal, mistério, doçura, pegação. Abandone os antes. Meu nome é já e nossos pés paralelos se tocam no finito. Chame do que quiser. Mas venha.

Preciso dizer-lhe o que você talvez ainda não saiba: existem lobisomens que comem flores. Você sabia que existem lobisomens que comem flores? Você sabia disso, meu bem? Daqui quase posso vê-lo, no meio de um grande corredor colorido. Buganvílias, rosas, cravos, azaléias, orquídeas, gérberas, gerânios. Não sei suas preferidas, mas percebo uma sutileza no ar. Médico e monstro, dor e riso, o impossível e o real. Opostos quase palpáveis, fechando metades, descobrindo o mundo, abrindo clareiras no matagal das emoções. Você sabia que o impossível mora no nosso quintal? Você sabia que os galos cantam, todos os dias, para que a coragem desperte e Deus renove sua misericórdia sobre todos os que pecam. Qual é seu maior pecado, meu bem?

Hoje sou luxúria. Espero mãos pesadas, ópio na veia, sol de giz riscado no chão. Quero dividir meus erros, arranhar minha loucura, arrastar cabelos aos seus pés. Não cale. Entregue, apele. Posso descobrir mazelas escondidas e transformar seu corpo em juízo final. Marque o x e verá uma fila inesgotável de possibilidades adormecidas estendidas no seu varal. Seja. Porque estamos tão perto e tão longe e claros e cheios e inertes e ofegantes. Sou o chá, o veneno, a cura, a espera, a certeza, o presente, a solução. Reconheço enganos. E o meu medo é do seu medo de ter medo. Porque não quero amizade, paixão, carinho, admiração, respeito, ternura, tesão. Quero o que é e não tem muro. Escolhi o amor da prateleira e aprendi a só entender o sim. Se o seu modo é não, vá embora. Não olhe para trás. Renego estátuas de sal e abomino divisões. Se é para pular, que seja já. Porque hoje é hoje; e amanhã, amanhã ninguém sabe.

4 comentários:

  1. - Ainwww, que Blog !!
    Migaa sem palavras vêii , só não gostei da infeliz informação dada pelo texto acima de que vc vaai dá um tempo :(

    ``/ mãããããss, quando vc retornar a escrever vaai ser ainda maais inspirada e magnifica. Alias,'Como seempre ' .
    Só pra ressaltar adorei a frase : "Nenhuma luta haverá jamais de me embrutecer, nenhum cotidiano será tão pesado a ponto de me esmagar, nenhuma carga me fará baixar a cabeça. Quero ser diferente, eu sou, e se não for, me farei."
    E inclusive me identiiquei bastante quando disse que vaai está seem tempo .rsrsrs , Não obstante até que gosto dessa vida corrida \o/ :D

    Te dolo Amiga !
    Conte Comigo Sempre !!! ♥ ~ ♥

    ^^

    ResponderExcluir
  2. Ouw minha miiga,

    - eu sempre fico boba quando você vem aqui só pra ver meu blog e dizer coisas que me deixam mais bobas ainda!!! Que felicidade!!!

    Quando eu retornar, (e acho que n demora, pois eu n vivo sem isso aqui !) eu vou por um pouco mais de mim aqui, sei que vais gostar. E, vida corrida é otimo, vc que o diga! shaushaus

    Brigada minha floor!!

    Conta comigo sempre também!

    ;D

    ResponderExcluir
  3. ee qndo retornar,
    tem selinho pra tii
    http://meninaapenas.blogspot.com/2011/02/em-quase-um-ano-do-blog-cheguei-200.html

    beijos
    [aaa] e não demora
    :D

    ResponderExcluir
  4. Seu blog ta umm Maximo!!
    A decoração, e cores, tão lindo... parabéns ein! (:
    milbeijuls

    ResponderExcluir

Comente. E Que Seja Doce. (: