24 de mar de 2011

# Uma Saudade, um ponto. Uma virgula,

Esquecida por completo, foi assim uma pagina em branco pra ele, foi um "tanto faz com tanto fez".
Fico feliz que ele esteja com outra pessoa.
Mentira não estou feliz, estou magoada, não ouve se quer um "Desculpe mas não podemos mais continuar".Simplismente um silencio tomou conta. E a felicidade dele estampada em cada letra, cada espaço.Deve ser destino ou sina, chame la do que quizerem, mas tenho um destino cruel, amar sem ser amada.
"Quem muito ama, pouco é amado"
                               Onde havia um ponto , agora há uma virgula. 
                                                          (Autor Desconhecido)

- Então pelo menos explica o porque da tua ausência, dessa melancolia que me invadiu quando você se foi de mim sem ao menos dizer o porque.  Explica, porque ainda não consegui entender. Não terás tempo de me explicar não é mesmo?!
Pois estarás ai feliz, vivendo com outra pessoa, eu não caberei mais em sua mente. Fui uma história qualquer, uma frase na verdade. Curta. Sem sentido. E com um ponto. Final.
Mas espero que você seja feliz ainda. E que dê o merecido valor a esta pessoa que estará ao seu lado. Que ela mereça saber das suas coisas.  E, sobretudo, que você merece dize-las. Desejo que você tenha uma vida cheia de reticências, exclamações ... Cheio de pontos. E não desejo que seja assim como a minha, um completa á deriva. Cheia de vírgulas, e espaços sem preencher. Porque foi assim que você deixou.
 (Por  Thiciah Britto.)

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Comente. E Que Seja Doce. (: