5 de set de 2011


Não tenho tido muito tempo ultimamente mas penso tanto em você que na  hora de dormir vezenquando até sorrio e fico passando a ponta do meu  dedo no lóbulo da sua orelha e repito, repito em voz baixa “te amo tanto,  dorme com os anjos”. Mas depois sou eu quem dorme e sonha, sonho com os  anjos.            

- Caio Fernando Abreu
Algumas vezes eu fiz muito mal para pessoas que me amaram. Não é paranóia não. É verdade. Sou tão talvez neuroticamente individualista que, quando acontece de alguém parecer aos meus olhos uma ameaça a essa individualidade, fico imediatamente cheio de espinhos - e corto relacionamentos com a maior frieza, às vezes firo, sou agressivo e tal. É preciso acabar com esse medo de ser tocado lá no fundo. Ou é preciso que alguém me toque profundamente para acabar com isso.
 - Caio Fernando Abreu

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Comente. E Que Seja Doce. (: