16 de nov de 2011

Se quiser, me procura você!

"Mas sei lá, não sei se toda essa coisa patética é mesmo necessária. Tô resolvendo umas coisas aqui viu, esses negócios de sentimentos demonstrados demais meio que estraga. Tô aqui aprendendo que nem todos dão valor ao que você pode oferecer, e acabar demonstrando afeto demais começa a encher o saco, e eu digo tudo isso da minha parte. Chega de ligações, preocupações, sentimentos demonstrados aos extremos. Vou ficar mais relax mesmo, não quer me ligar, não liga, mas também não ligarei. Não quer me ver, não me veja, mas também não sairei que nem doida atrás de você pra saber se a gente vai se ver, que horas é o nosso encontro, não mais. É apenas um aviso que eu deixo bem simples: se quiser, me procura você. E outro aviso que eu deixo também: isso tudo é só conversa mesmo, teóricamente falando, tá tudo certo. É quando chega na hora da prática que ferra com tudo."
Mas não te procuro mais, nem corro atrás. Deixo-te livre para sentir minha falta, se é que faço falta.. Tens meu número, então se sentir vontade de falar comigo ou me ver, me procura você.
                                             Caio F.

Um comentário:

  1. Pois é pensamos tanta coisa...e quando chega na hora...Puts!!Esquecemos de tudo..

    ResponderExcluir

Comente. E Que Seja Doce. (: