10 de abr de 2017

Dançando Sozinho

às abril 10, 2017
☑️É arrepiante quando você toca minha mão e me leva a um lugar que eu não imaginaria ou nem quisesse ir, e é onde você entende que seu poder sobre mim é mais forte do que todas as minhas vontades de me afastar. Quando você me puxa pra dançar sob as luzes das estrelas e me faz acreditar que ela é o nosso ritmo perfeito...

Garota, entenda que eu me sinto culpado por saber que não dançaremos juntos mais aquela música de novo e que as lembranças não estão fazendo mais efeito na minha pele e que tão em breve tudo será lembrança. Se você não fosse tão distante, tão estranha, dançaríamos o mesmo ritmo quantas vezes você quisesse.

Acontece que na ultima noite, você não teve a delicadeza de me olhar e perceber que eu me apaixonei por você garota, você está tão concentrada em ser fria e calada que perdeu a sensibilidade de caras como eu que realmente querem está com você. 

E se seus amores antigos não foram capazes de te transbordar em sua complexidade, então não feche os olhos para quem quem dançar a mesma música todos os dias com você. 

Garota, entenda que eu fico inseguro com toda sua indecisão, e ter que aceitar seu toque seco por culpa de outros amores, é uma troca injusta para mim, que queria sussurrar todos os dias sobre a sensação de está apaixonado por você.

Entendo que a possibilidade de você perceber isso possa ser tarde demais, me iludo quando encontro com o seu olhar e me engano achando que ele muda ao me ver, que seja um reflexo da minha louca paixão, embora isso tudo para você seja mais facial, pois você sabe fingir, acredite garota, enquanto nossa música está acabando os nossos momentos juntos também estão virando sombras cinzas e distantes, sei que não haverá nenhum conforto da sua parte e nem a possibilidade de se apaixonar por mim, então prefiro dançar essa música sozinho.   


Patrícia Brito

0 comentários:

Postar um comentário

Comente. E Que Seja Doce. (:

 

Risos e Amoresㅤㅤ ㅤㅤ ㅤㅤㅤㅤ ㅤㅤ ㅤㅤㅤㅤ ㅤㅤ ㅤㅤㅤ ㅤㅤ ㅤㅤ ㅤㅤㅤㅤ ㅤㅤ ㅤㅤㅤㅤ ㅤㅤ ㅤㅤㅤ ㅤㅤ ㅤㅤ ㅤㅤㅤㅤ ㅤㅤ ㅤㅤㅤㅤ Copyright © 2012 Design by Amanda Inácio Vinte e poucos