29 de out de 2010

outubro 29, 2010 0 Comments
ddenis2:

“ Quando eu tinha meus 16 anos eu não acreditava que poderia amar alguém por tantos anos com a mesma intensidade. Eu hoje com 70 anos percebo o quanto estive errado. Sophia é a prova disso. A conheci quando tinha 21 anos e depois de 49 anos juntos, continuo a amando com a mesma intensidade”


- Alfred

“ Quando eu tinha meus 16 anos eu não acreditava que poderia amar alguém por tantos anos com a mesma intensidade. Eu hoje com 70 anos percebo o quanto estive errado. Sophia é a prova disso. A conheci quando tinha 21 anos e depois de 49 anos juntos, continuo a amando com a mesma intensidade”
- Alfred


27 de out de 2010

26 de out de 2010

outubro 26, 2010 0 Comments

Te encontro sem graça, dizendo o que sente com uma lágrima no olhar;
Me abraça primeiro, me pede um beijo e eu não consigo nem respirar;
Só espere um momento não me diz que não é certo...
E então fique em silêncio Cinco minutos eu preciso desse tempo, Vem junto a mim...
Te darei o último beijo o mais profundo guardarei meus sentimentos. E aí será o fim. o fim...
outubro 26, 2010 0 Comments
 - Eu não sou uma pessoa perfeita, há varias coisas que gostaria de não ter feito ou dito. Eu encontrei uma razão para mim, para mudar quem eu costumava ser, uma razão para começar de novo. E a razão é você. 
*---*

                                                              (The Heason - Hoobastank)
outubro 26, 2010 0 Comments


O meu amor foi todo destruído (oh Senhor)
As minhas paredes caíram sobre mim
Caindo sobre mim (a chuva está caindo)
A derrota está chamando (me liberte)
Preciso de você para me libertar
Leve-me para longe da batalha
Preciso de você para brilhar sobre mim.
Eu olho para você
Eu olho para você
Depois que toda a minha força se foi
Em você posso ser forte.

(I look to you - Whitney Houstoun)

24 de out de 2010

outubro 24, 2010 0 Comments
Não, não é uma questão de sorte. As coisas acontecem na hora certa e da maneira que tem que acontecer, seja pra ensinar ou pra mostrar alguma coisa, sempre aprendemos. Tudo que temos é fruto de uma conquista, seja ela fácil ou difícil.
outubro 24, 2010 0 Comments
"Quando eu tinha 5 anos, minha mãe sempre me disse que a felicidade era a chave para a vida. Quando eu fui para a escola, me perguntaram o que eu queria ser quando crescesse. Eu escrevi ‘feliz’. Eles me disseram que eu não entendi a pergunta, e eu lhes disse que eles não entendiam a vida."
                                     (John Lennon)

13 de out de 2010

A Saudade

outubro 13, 2010 1 Comments
Certo dia, conversando com Lilly, perguntei-lhe se ela tinha algum texto que falasse sobre Saudade, disposta a me ajudar, disse-me que acharia e logo traria-me! Acreditei em seus dons e pus-me a esperar. Logo, no dia seguinte ela entrega-me esse texto, que afirmo, encaixou-se perfeitamente no que eu estava sentido:


 A menina levantou-se. O dia ainda estava escuro. Lavou o rosto. Tomou café. Estava indisposta. Vestiu o que achou pela frente. 'Pra quê se arrumar?' Olhou no relógio: Estava Atrasada. Correu. O caminho de casa até a estação do metrô durou um século. Correu. Eram apenas duas quadras. Correu. Casacos tombavam nela. Pessoas. O metrô havia chegado. Apressou-se. 'Ufaa'. Olhou para o vagão que costumava tomar. Ainda tinha esperança. Olhou para o banco que costumava sentar. Vazio. Olhou-o por um longo período. 'Você deveria estar aqui'. Sentou. Olhou para os lados. Vazio. Sentiu-se só. 'Ele foi  mesmo embora'. Correu os olhos pelo vagão. De fato o trem havia chegado sem ele. Olhou pela janela. Ficou observando a cidade cinzenta. Desanimou-se. Escola. Sua cadeira estava vazia. 'Onde estarás?' Podia senti-lo dentro de si. Podia senti-lo em seus pensamentos. 'Oh, distância que mata'. A aula havia começado. Mas seu pensamento estava longe. 'Será que estarás pensando em mim?' O sino soou. 'Mas já?' Saiu sem falar com ninguém. Correu pra casa. Se jogou sobre os travesseiros. Não tinha fome. Chorou. Saudade... Num realçe olhou sobre sua mesinha. Um diário antigo. Folheou-o. Um pequeno pedaço de papel caiu de dentro. Tomou-o nas mãos. Era uma fotografia. O coração pulsou forte. Parecia que ele estava ali. 'Será que  você pensa em mim?' Passou a tarde sentada no parapeito da janela olhando pro nada. A tarde parecia  sem graça. Estudar era inútil porque a única cosa que conseguia pensar era nele. 'Queria dizer que te amo ... Pena que você não mais está aqui'.  Ligou o toca-fitas. A voz deWestlife invadiu o quarto: 

Uma certa vez eu estive apaixonada/E agora eu estou simplesmente desabando/Não há nada que eu possa fazer, é um eclipse total do coração /Durante algum tempo houve luz na minha vida/ E agora só há amor na escuridão/ Nada que eu possa dizer.

Lembrou-se de quando ele se foi. 'Razões pessoais' O táxi chegou e o levou embora. Ela havia ficado parada. Chovia. E então tudo acabou. Vazio. Solidão. 'Acaso pensarás em mim?' A estação estava vazia. Já estava cansada de ouvir suas próprias lágrimas. Nos contos de fadas Príncipes  e Princesas, matam o dragão e vivem felizes para sempre. No seu caso o Enorme Dragão levou seu coração embora... 'Parece que quem venceu foi a bruxa cruel... O que sonhamos será que se perdeu? Onde você estará agora? Algum dia você voltará?' Olhou o metrô que passava. Pessoas embarcavam e desembarcavam. Ela esperava. 'Eu sei que você nunca será quem eu sempre quis... Mas  você sempre será a pessoa que me aceita como eu sou...' O metrô das 7:30 havia chegado. Olhou. Um rapaz desceu dele. Vestia-se largado. Botas do TG. 'Seria ele?' Correu. De costas o vulto continuou a caminhar em direção a saída da estação. Correu. O vulto continuava a caminhar. Correu. Tocou-lhe o ombro. Ele virou-se. Era apenas um estranho. Desculpou-se.'Estaria ficando louca?'  O seu fone começou a tocar o refrão: Eu realmente preciso de você esta noite/ O para sempre começará hoje à noite.  'Começaria, mas você não está aqui' ... Mais uma lágrima caiu. 'Essa saudade acabará?' ...




Por Lilly M.
A pedido de Tíciia B.

Nota de Rodapé: Foi a coisa mais perfeita que eu podia ler nesse estado de espirito que estou, combinou, e vai permenacer assim, sempre estarei com esse sentimento de saudade.
Mais uma Vez Lilly minha pequena, Obrigada por tudo e pelo texto!

12 de out de 2010

, aguenta coração; :/

outubro 12, 2010 0 Comments
'   Coração, diz pra mim. Porque é que eu fico sempre desse jeito? Coração, não faz assim,você se apaixona e a dor é no meu peito. Porque é que você foi se entregar? Se na verdade eu só queria uma aventura. Porque você não para de sonhar? É um desejo e nada mais. E agora o que é que eu faço? Pra esquecer tanta doçura? Isso ainda vai virar loucura!! Não é justo entrar na minha vida, não é certo não deixar saída. Não é Não!!! 
Agora aguenta coração, já que inventou essa paixão. Eu te falei que eu tinha medo. AMAR NÃO É NENHUM BRINQUEDO.  Agora aguenta coração, você não tem mais salvação, você apronta e ESQUECE QUE VOCÊ SOU EU.

10 de out de 2010

, Enquanto ela segura suas mãos.

outubro 10, 2010 0 Comments
brinque com seus dedos. Quando ela estiver com o rosto perto do seu e olhando nos seus olhos, não se demore, beije-a. Quando ela te bater ou te chutar ou estiver com raiva de você, segure ela firme e abrace-a. Quando ela estiver quieta, ela está pensando em como te dizer que te ama. Quando ela te ignora, ela quer toda sua atenção. Quando ela quer ir embora, segure ela pela cintura e nunca deixe ela ir. Quando você a vê muito mal, diga o quão maravilhosa e especial ela é para você. Quando ela grita com você, grite de volta que a ama se o sentimento for verdadeiro. Quando ela está com medo, abrace-a e diga que está tudo bem, pois você está com ela. Quando ela está preocupada com algo, beije-a e diga para ela não se preocupar. Quando ela virar as costas ou fugir de você, corra atrás dela e pegue-a pela mão. E sempre diga que á ama.






                                              

8 de out de 2010

outubro 08, 2010 0 Comments

A Fraqueza Que Há Em Mim

Não sou o tipo de pessoa que se apaixona e desapaixona rapidamente
Mas pra você, eu dei meu afeto, desde o começo.
Eu tenho uma pessoa lá fora que me ama - e como pude partir seu coração?


Mesmo assim você conseguiu minha atenção.

Por que você vem aqui, sabendo que eu já tenho problemas o suficiente?
Por que você me liga, sabendo que eu não posso atender?
E me faz mentir quando eu não quero,
E faz de outro alguém um tipo de bobo desconhecido?
Me faz ficar quando eu não deveria?
Se você é tão forte acabe com a fraqueza que há em mim.
Por que você vem aqui, e finge que só está de passagem?
Eu preciso te ver - Eu preciso de abraçar - Com força.


    (Musica: The Weakness In Me- Interp.: Joan Armatrading)



7 de out de 2010

10 Coisas que eu odeio em você.

outubro 07, 2010 3 Comments
- Odeio quando no bate- papo você fala que odeia o simbolo (Y)
Odeio quando você pede que eu não coloque ponto no fim das frases (.)
-Odeio quando pergunto as coisas e vc nunca dá a resposta certa.

-Odeio quando voce coloca a foto do carro no msn.
- Odeio suas botas de soldado.
- Odeio quando você fala as coisas muito rápido e não posso pedir pra você repetir.
- Odeio quando você vem aqui em casa pra me dar licão sobre a vida.
- Odeio quando me chama de menina.
- Odeio quando em uma conversa empolgada você fala comigo: Menina, vou dormir viu?
- Mas eu odeio principalmente, não conseguir te odiar, nem um pouco, nem mesmo por um segundo, nem mesmo só por te odiar.

Por TiciahBritto |


Fatos irreais, qualquer semelhança é mera coincidência.

6 de out de 2010

, E se for ele?

outubro 06, 2010 2 Comments
Ele desliza e me atropela
E mesmo que as vezes não me importe
Eu sei que no dia que o perder
Voltarei a sofrer por ele
Que aparece e se esconde
Que vai e fica
Que é pergunta e é resposta
Que é minha escuridão, minha estrela
Ele acarícia e envolve minha alma
Venha comigo, mas não sei onde você vai
Meu rival meu companheiro
Que faz tão parte de minha vida e
Ao mesmo tempo tão fora
Sei que vou me perder de novo e
O encontrarei novamente
Mas com outro rosto e nome diferente
E outro corpo
Mas continua sendo ele mesmo
Que outra vez me leva
Nunca me responde eu sim
Ao girar a roda
Ele se faz de frio e eterno
Um suspiro na tormenta
Aquele que tantas vezes já modificou sua voz
Gente que vai e que vem, e sempre é ele
Ele que me mente e nega
Que me faz esquecer e lembrar
Mas, se minha boca se engana e
Ao chamá-lo, fala outro nome
Às vezes sente compaixão por este louco
Cego e louco coração
Seja o que Deus quiser,
Meu crime é ignorar
Que existe alguém que não tem coração
E vai queimando, vai queimando e me queima
E se for ele?
Ele acarícia e envolve minha alma
Eu digo... vem comigo
Meu rival, meu companheiro ele é assim
Mas me custa, quando outro adeus se aproxima
E o perderei de novo e outra vez perguntarei
Enquanto ele se vai, e não existirá resposta
E se esse que se afasta
Que estou perdendo
E se era ele? E se for ele?
Era? Quem me disse? Se era ele?
E se a vida é uma roda e vai girando
E ninguém sabe quando tem que saltar
E o contemplo... e se for ele? E se for ele?

Musica original: Y si fuera ella? - Composição: Alejandro Sanz - Interpretes: Alejandro Sanz e David Bisval

5 de out de 2010

outubro 05, 2010 0 Comments
Você consegue me escutar? Estou falando com você
Do outro lado da água, Do outro lado do profundo oceano azul
Sobre o céu aberto, oh nossa! Meu bem estou tentando!

Garoto eu te escuto, em meus sonhos
Eu sinto o seu sussurro do outro lado do mar
Eu te guardo comigo em meu coração
Você faz as coisas fáceis quando a vida fica difícil

Não sabem como demora
Esperar por um amor como esse
Toda vez que dizemos adeus
Queria que nos beijássemos novamente
Vou esperar você, eu juro que vou esperar

E então estou velejando pelo mar
Para uma ilha aonde vamos nos encontrar
Você ouvirá a música preencher o ar
Vou colocar uma flor em seu cabelo

Apesar da brisa das árvores
Se moverem tão graciosamente Você é tudo que vejo
Enquanto o mundo continua girando
Você me abraça forte aqui, nesse instante

Sortudo, pois estou apaixonada pelo meu melhor amigo
Sortudo por ter estado onde estive
Sortudo por estar voltando pra casa novamente
Sortudo que estamos apaixonados de todas as formas
Sortudo por termos ficado onde ficamos
Sortudo por estar voltando pra casa novamente...



Lucky - Jason Mraz e Colbie Caillat

4 de out de 2010

outubro 04, 2010 0 Comments
 ~ Não sei, até hoje não sei se meu principe era um deles. Eu não podia saber. Ele não falava.E, depois, ele não veio mais. Eu dava um cavalo branco pra ele, dava um castelo, uma espada e bruxas pra ele matar. Dava todas essas coisas, e mais as que ele pedisse, fazia com a areia, com o sal, com as folhas dos coqueiros, com as cascas dos cocos, até com minha carne eu construia um cavalo branco para aquele principe. Mas ele não queria, acho que ele não queria, e eu não tive tempo de dizer que quando agente precisa que aguém fique, agente constróe qualquer coisa, até um castelo.


CaioF.




                                                                           ~~

outubro 04, 2010 0 Comments
Amor é Síntese





Por favor, não me analise
Não fique procurando cada ponto fraco meu.
Se ninguém resiste a uma análise profunda,
Quanto mais eu...
Ciumento, exigente, inseguro, carente
Todo cheio de marcas que a vida deixou
Vejo em cada grito de exigência
Um pedido de carência, um pedido de amor.

Amor é síntese
É uma integração de dados
Não há que tirar nem pôr
Não me corte em fatias
Ninguém consegue abraçar um pedaço
Me envolva todo em seus braços
E eu serei o perfeito amor.


(Mário Quintana)
Por Anny Brandão

3 de out de 2010

outubro 03, 2010 1 Comments
eu quero alguém pra me colocar pra dormir, alguém pra me fazer sorrir, alguém pra secar as lágrimas que insistem em escorrer pelo meu rosto. alguém que me abrace toda vez que eu precisar, que perceba que eu preciso desse abraço. eu quero alguém pra dormir comigo todas as noites, pra me fazer a mais feliz do mundo, pra ser só meu. eu quero alguém que aceite minhas brincadeiras, que aponte com carinho meus erros, que me repreenda nos meus momentos de infantilidade, alguém que seja ao mesmo tempo adulto e criança. eu quero alguém que cuide de mim quando eu precisar de um colo, ou de um remédio, ou dos dois. eu quero alguém pra ser me ensinar o que é certo, e o que é errado também. eu quero alguém que esteja disposto a passar 24 horas do seu dia comigo, que se preocupe comigo, que me de atenção, que quando eu precisar largue tudo e venha correndo me ver. eu quero alguém, mas só se esse alguém for você, senão eu abro mão de tudo isso e fico sozinha, porque no fundo, não são esses momentos que eu quero, são momentos com você que eu quero, só isso.




(extraido | Muito liindo)

2 de out de 2010

outubro 02, 2010 1 Comments
ISSO É AMOR
Katie Kirkpatrik era uma americana de apenas 21 anos de idade. Ela tinha câncer em um estágio muito avançado. Respirar tornou-se uma tarefa difícil e por isso passou a usar oxigênio. A dor era tão intensa que só podia ser amenizada com morfina. Os seus orgãos apresentavam sinais de falência, mas Katie decidiu que a doença não impediria ela de ter o dia mais feliz de sua vida, que seria o casamento com a sua paixão desde o colegial, Nick Godwin de 23 anos.  Katie e Nick esperam pela enfermeira para começar o tratamento, na manhã de 12 de janeiro de 2005. Nick trabalha no turno da noite e levou a Katie para o tratamento logo após o seu turno de trabalho, três dias antes 
do casamento. Katie está cansada por não conseguir dormir por causa das suas dores e Nick por ter trabalhado a noite inteira. Katie segura por alguns minutos alguns dos seus remédios diários antes de tomá-los. Ela tem câncer nos pulmões. Katie sente muitas dores nos dias que antecedem o seu casamento e precisa tomar morfina e outros medicamentos para ajudá-la. Sua mãe, Niki Kirkpatrick, pede licença do trabalho para cuidar de sua filha que agora precisa de ajuda constante. Nick Godwin, descansa um pouco enquanto a sua noiva passa por um procedimento para reduzir a quantidade de fluído que seu corpo está retendo. Nick trabalhou a noite inteira e logo após, levou sua noiva pra fazer o tratamento, 3 dias antes do casamento. Katie coloca seus brincos minutos antes do seu casamento. Katie e Nick ficam juntos após o casamento e esperam enquanto o fotografo do casamento se prepara para tirar as fotos. Finalmente, Katie realiza seu sonho e se casa com Nick, esse que foi a sua paixão desde o colegial, em 15 de janeiro de 2005. Dave Kirkpatrick faz um sinal de positivo para o seu novo genro enquanto admira o novo casal junto com a sua esposa Niki, logo após a cerimônia de casamento. Nick canta uma música na pista de dança demonstrando todo o seu amor pela sua nova esposa. Katie descansa por alguns minutos durante a sua festa de casamento. Ela estava exausta e sua face estava tão branca quanto o seu véu. Cinco dia depois do casamento, Ketie perde a luta contra o câncer. Ela não permitiu que a doença a impedisse de viver, de ter fé e esperança que fez ela acreditar que teria um futuro. Ela teve um casamento muito bonito, teve amor e deu amor. O amor nunca morre. E foi assim que Katie venceu o câncer.
Emocionante. 

outubro 02, 2010 0 Comments
Um homem também chora, Menina morena. Também deseja colo. Palavras amenas...
Precisa de carinho. Precisa de ternura. Precisa de um abraço. Da própria candura...
Guerreiros são pessoas. Tão fortes, tão frágeis. Guerreiros são meninos. No fundo do peito...
Precisam de um descanso. Precisam de um remanso. Precisam de um sono. Que os tornem refeitos...
É triste ver meu homem. Guerreiro menino. Com a barra do seu tempo. Por sobre seus ombros...
Eu vejo que ele berra. Eu vejo que ele sangra. A dor que tem no peito. Pois ama e ama...
Um homem se humilha. Se castram seu sonho. Seu sonho é sua vida. E vida é trabalho...
E sem o seu trabalho. O homem não tem honra. E sem a sua honra. Se morre, se mata...
Não dá prá ser feliz. Não dá prá ser feliz...
É triste ver meu homem. Guerreiro menino. Com a barra de seu tempo. Por sobre seus ombros...
Eu vejo que ele sangra. Eu vejo que ele berra. A dor que tem no peito. Pois ama e ama...
E sem o seu trabalho. O homem não tem honra. E sem a sua honra. Se morre, se mata...
Não dá prá ser feliz. Não dá prá ser feliz...
(Um Homem também chora- Gonzaguinha)

1 de out de 2010

outubro 01, 2010 1 Comments
Ele a observava enquanto ela fazia um comentário a algumas pessoas que estavam com eles.
Volta e meia ele sorria e a olhava.  Era um olhar de admiração, de incentivo. " Você deveria parar de me olhar assim." Eram os seus pensamentos enquanto ela retribua o olhar e sorria sem graça para ele.
Volta e meia ela desviava os seus pensamentos daquela conversa, fixava os olhos no garoto enquanto pensava "Você não faz ideia do quanto queria te-lo pra mim, de que é com você que sonho todas as noites, queria dividir meus pensamentos contigo." Percebeu que ele continuava olhando - a, ele sorriu. Perfeito. A palestra tinha acabado. Uma pena. Ele levantou- se junto e foi junto a ela, pegou em sua mão e disse-lhe que ela tinha um ótima oratória, e agradecendo por tudo. Ela retribui o agradecimento. Segurou firme na mão dele e sorriu. "Você é a melhor coisa que povoa meus pensamentos, você está em qualquer lugar que eu vá, em cada palavra, em cada riso, em cada pulsação... Você ainda não sabe do que tem em meu coração, mas tenha certeza que ele já é todo seu."